Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Publicações Notícias Notícias de 2012 General Lúcio toma posse como ministro do Superior Tribunal Militar

General Lúcio toma posse como ministro do Superior Tribunal Militar

Quarta-feira, 05 de dezembro de 2012

Brasília, 5 de dezembro de 2012 – O general-de-Exército Lúcio Mário de Barros Góes é o novo ministro do Superior Tribunal Militar. Ele tomou posse nessa quarta-feira (5), em cerimônia que reuniu autoridades dos Poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, além de familiares e amigos do militar.

Lúcio Mário de Barros Góes abriu seu discurso com um famoso verso do poeta português Fernando Pessoa: “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”. Ele registrou sua satisfação com a nomeação para o cargo de ministro: “Após muitas transferências no Brasil e missões no exterior, numa dessas enormes surpresas que a vida nos reserva, aqui estou para ser empossado ministro da mais alta corte de Justiça Militar do meu país”.

O general afirmou ter pela frente a tarefa de buscar a aplicação da justiça. “Encaro este enorme desafio de distribuir justiça, que requer o desenvolvimento das capacidades de ouvir, de analisar com isenção e de decidir com imparcialidade como uma das missões mais difíceis da minha vida, entretanto, de extrema importância para o bom funcionamento das instituições militares e da sociedade”.

Na cerimônia da posse, o ministro Luis Carlos Gomes Mattos saudou o colega em nome dos demais ministros do Tribunal. Durante seu discurso, Mattos afirmou que a vasta experiência do general na caserna, seu aguçado senso de justiça e seu comportamento exemplar como cidadão são a melhor credencial para assumir o cargo no STM.

Lúcio Mário de Barros Góes foi indicado pela Presidência da República e seu nome foi aprovado pelo plenário do Senado Federal no dia 31 de outubro, mesma data em que passou por sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Casa. O general ocupou a vaga deixada pelo ministro Francisco José da Silva Fernandes, que se aposentou no dia 3 de outubro.

O STM é composto por 15 ministros, sendo dez das Forças Armadas (quatro do Exército, três da Marinha e três da Aeronáutica) e cinco civis togados (três advogados, um juiz da Justiça Militar da União e um representante do Ministério Público Militar).

 

Biografia

O novo ministro nasceu em 22 de dezembro de 1949, em Recife (PE), tendo estudado no Colégio Militar da cidade natal. Em 1965, ele ingressou na Escola Preparatória de Cadetes, sediada em Campinas (SP) e tornou-se Aspirante-a-Oficial da Arma de Infantaria em dezembro de 1971. O general também cursou a
Escola Superior de Guerra da França, em Paris, entre outros cursos.

Durante sua vida militar, foi instrutor da Academia Militar das Agulhas Negras, da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais e da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Comandou o Batalhão da Guarda Presidencial, e exerceu o cargo de Adido Militar junto à Embaixada do Brasil na França.

Como oficial-general, comandou a 16ª Brigada de Infantaria de Selva, em Tefé (AM), e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Ao deixar o comando daquela Escola, exerceu sucessivamente os cargos de subchefe de Operações do Comando de Operações Terrestres, de Diretor de Avaliação e Promoções e de Comandante da 7ª Região Militar e 7ª Divisão de Exército, em Recife.

Lúcio Mário já ocupou a Secretaria-Geral do Exército e exercia o cargo de chefe do Departamento-geral do Pessoal da força terrestre até ser indicado para o STM.

05/12/12 - "Voz do Brasil": Ministro Lúcio toma posse no STM

Ações do documento

Comunicados